Laboratório de Desempenho Logístico

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Um modelo de avaliação de desempenho da distrubuição física

E-mail

Autor: Paulo Cezar Lobo Colli

Orientador: Carlos Manuel Taboada Rodriguez, Dr.

Ano: 2001

Resumo: Não há dúvida de que as atividades logísticas vêm ganhando crescente importância nos negócios ultimamente, independentemente da indústria que se queira analisar. Em função disso, são grandes os benefícios para aquelas organizações que, saindo à frente, desenvolvem com maior eficácia as suas atividades logísticas, ganhando notória vantagem na competição com seus pares. No entanto, faz-se necessário o entendimento por parte das empresas, da necessidade de que a logística seja gerenciada como um sistema, flexível porém conectado, integrado. Nesse sentido, os sistemas logísticos devem buscar atingir a sua Efetividade, que nada mais é do que a sinergia resultante da sua eficiência interna e da sua eficiência externa. Contudo, só é possível conhecer a Efetividade de um sistema logístico, se a ele for aplicado algum processo de avaliação de desempenho, capaz de mensurar as atividades componentes desse sistema. Assim, este trabalho procura reforçar a idéia de que, para que as organizações possam vir a obter performances positivas de seus sistemas logísticos, necessitarão prever em seu escopo, forçosamente, processos de avaliação de desempenho compreendendo as inúmeras atividades que compõem estes sistemas logísticos. Através da análise de diversas abordagens tratando da avaliação do desempenho logístico, criou-se a base para a formulação da proposta de um modelo de avaliação do desempenho de um canal de distribuição, onde se procurou avaliar o Nível de Serviço ao Cliente na distribuição física, caracterizando desta forma, uma mensuração da Eficiência Externa do sistema analisado.