Laboratório de Desempenho Logístico

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Avaliação do desempenho logístico do serviço de transporte rodoviário de cargas: um estudo de caso no setor de revestimentos cerâmicos

E-mail

Autor: Isabela Deschamps Bastos

Orientador: Carlos Manuel Taboada Rodriguez, Dr.

Ano: 2003

Resumo: Com o ambiente globalizado cada vez mais competitivo, o gerenciamento da logística têm auxiliado as empresas a buscarem alternativas de diferenciação para permanecerem atuantes no mercado. O foco é a satisfação do cliente a um menor custo possível, e para isso é necessário mudar a administração tradicional, em que cada setor trabalhava para alcançar seus objetivos particulares, para uma visão integrada, coordenando toda a cadeia, envolvendo desde o fabricante da matéria-prima, até o cliente final. O transporte participa do processo logístico, tornando disponível os produtos no local onde eles serão consumidos, criando valor através da prestação do serviço. Atuando em parceria, o embarcador e a transportadora conseguem a fidelidade de seus clientes, e criam vantagem competitiva através da redução de preços, maior velocidade e confiabilidade nas entregas. Os revestimentos cerâmicos são produtos que possuem baixo valor agregado, assim o custo do transporte é um importante componente do custo total do produto, com influência direta no preço final. Investir em medidas de desempenho no setor de transporte é uma estratégia que as empresas de revestimentos cerâmicos podem adotar, se estiverem preocupadas com o desempenho de toda a cadeia. Acompanhar o desempenho das atividades de transporte fornece uma visão de como essa atividade está situada e como pode melhorar, por isso a presente dissertação destina-se a desenvolver um modelo de avaliação de desempenho logístico, a partir de um estudo sobre diferentes abordagens defendidas por diversos autores. O modelo foi desenvolvido para ser utilizado por empresas de transporte rodoviário de cargas, atuantes na distribuição de revestimentos cerâmicos, através da adaptação de um modelo já existente, que inicialmente utilizava uma estrutura matricial composta de um conjunto de indicadores e os processos industriais relacionados a eles. A adaptação foi feita nos processos, onde ficaram definidas as seguintes atividades desempenhadas por uma transportadora de revestimentos cerâmicos: coleta, transferência, armazenagem, manipulação, distribuição e sistemas de informação. Os grupos de indicadores permaneceram da mesma maneira que a proposta original, sendo eles: custos, produtividade, qualidade e tempo. Foi definida uma nova matriz, onde no cruzamento das linhas com as colunas surgiram diversos indicadores para serem utilizados, de acordo com as necessidades de cada organização. Esse modelo foi então testado em uma empresa de transporte rodoviário de cargas, que trabalha em parceria com uma fábrica de revestimentos cerâmicos, ficando responsável fazer o transporte do produto final de Santa Catarina para o estado de São Paulo. Foram utilizados os indicadores que melhor se adaptassem com os objetivos estratégicos das empresas e os resultados foram satisfatórios para ambos os envolvidos, e a partir da idéia inicial da avaliação de desempenho, as empresas estão à procura de novas medidas e novos padrões para poderem se adaptar melhor às mudanças no ambiente empresarial. Com os resultados obtidos, foi possível verificar que o modelo é viável para sua utilização por outras empresas do setor.